Boys para sempre

1º semana. É possível parar o envelhecimento ?
2º semana: Junta-te a nós e pára de envelhecer, agora
3º semana: 
Desaprendendo de envelhecer   
4º semana: A tua aparência de amanhã depende de hoje.
5º semana: Somos aquilo que pensamos e comemos
6º semana:
Pára de mentir a ti próprio  NOVO!
Fotos:  Eles não envelheceram 
Perguntas e respostas   Aqui respondo a todas as vossas duvidas. Escrevam

Data da foto  14/4/2004

Somos aquilo que comemos. E aquilo que pensamos
Aceita as nossas sugestões e pára de envelhecer, agora.

Somos aquilo que comemos e aquilo que pensamos. Pelo que a nossa aparência do futuro não só depende da  qualidade dos nossos alimentos como  da qualidade dos nossos pensamentos.

Bons alimentos geram um corpo saudável  e bonito. Maus alimentos fazem-nos adoecer e perder a boa aparência.

Os bons pensamentos, os pensamentos positivos, contribuem para a nossa saúde e ajudam-nos a ser mais felizes.  Os maus pensamentos, os pensamentos negativos, fazem-nos adoecer  e contribuem  para a nossa infelicidade.

A força do pensamento positivo
Se hoje acordaste mal disposto e irritadiço, o mais provável é que tudo te corra mal durante o resto do dia. Mas se acordaste bem disposto o mais natural é que vás dormir bem disposto.

E isso acontece, porque o  negativo atrai o negativo e o positivo atrai o positivo. Então, se hoje acordaste mal disposto e irritadiço, o melhor que tens a fazer é contrariar essa emoção negativa e tentar substitui-la por outra  emoção positiva.

No sábado passado eu acordei mal disposto e irritadiço ao ponto de responder mal ao meu irmão sempre que ele se dirigia a mim ou algo me contrariava. Então, parei e perguntei-me: porque estou a agir assim ? E tentei relaxar e acalmar.

Eu não consegui encontrar nenhuma resposta para o facto de ter acordado irritadiço, mas só o facto de ter parado para reflectir sobre isto me fez sentir melhor e diminuiu a minha irritação. Não me lembro se deixei de ficar irritado a partir daí, mas é possível que sim porque não tenho mais lembranças disso e só me lembro de ter passado mais um fim de semana maravilhoso ao lado das pessoas que amo.

Mas porque acordamos, por vezes, irritadiços e mal humorados ?  Bem, isto não é uma resposta fácil de dar, porque teríamos de  penetrar dentro do nosso inconsciente  e isso só seria possível com a ajuda da psicanálise.

Mas é possível aprender a controlar as nossas emoções através do pensamento positivo. Então, aquilo que podemos fazer quando acordamos irritadiços e mal humorados, é  fazer como eu fiz, e perguntar-nos porque estamos a sentir-nos assim se aparentemente não existem motivos para nos sentirmos dessa forma ?

Reflectir sobre as próprias emoções ajuda-nos a entender melhor o nosso interior. E quanto melhor nos conhecermos  interiormente, melhor nos sentimos. Eu sinto-me muito melhor agora aos 43 do que me sentia aos 20, porque á medida que o tempo foi passando eu fui perdendo a maior parte dos meus medos interiores e inseguranças.

No entanto, vejo muitas pessoas bem mais velhas do que eu que estão cada dia mais medrosas e inseguras. Pior: Eles tornam-se mais preconceituosas, amargas e infelizes a cada dia que passa.  Outros, simplesmente, envelhecem e vivem conformadas com a sua solidão e tristeza.

É o caso de muitas pessoas que eu sempre encontro quando, muito  ocasionalmente, decido sair á noite, e os vejo por ai desesperadamente á procura... Depois de um desses meus passeios ao submundo da dependência sexual eu sempre me sinto deprimido e com ressaca. E percebo como é fácil cair nesse vicio... Mas essas visitas, se ocasionais, podem servir como escape, e ajudam-nos a dar ainda mais valor  á relação que temos, ou podemos vir a ter, com alguém que valha a pena. Depois de estar com meia dúzia de «imbecis» e «mentecaptos», eu sempre repito para mim: "Meu Deus que sorte eu tenho por ter conhecido alguém tão especial!"

O nosso problema, é que facilmente deixamos de dar valor aquilo que temos de melhor e sempre nos deixamos levar pelo desejo de experimentar coisas diferentes e depois acabamos ficando viciados nisso. Por isso eu sempre aconselho as pessoas que têm uma relação estável a "pularem a cerca" de vez em quando. Vão a uma discoteca ou a um qualquer outro antro  frequentada por viciados sexuais e percam-se por lá durante uma noite inteira. E na manhã seguinte, certamente, vão dar mais valor aquilo que têm em casa, ou a uma futura relação estável..

É um facto que vivemos rodeados de «imbecis». E quando eu digo «imbecis», estou a referir-me aquelas pessoas  fúteis, vazias e  que parecem pensar todas de forma semelhante. Experimentem mudar o discurso e elas ficam logo todas baralhadas. Um dia desses, estava discoteca,  e  iniciei um diálogo com um sujeito que se acercou de mim.  Enquanto nos limitamos ás banalidades e aos lugares comuns tudo decorreu lindamente, até eu decidir começar a aprofundar os assuntos. Só me lembro que ele de repente parou de argumentar e ficou a olhar para mim com aquela expressão meio "imbecil"  - como se fossemos dois actores em palco e eu de repente começasse a trocar as falas... Parei tb de falar, dei meia volta e  tentei mentalizar-me que não estava no local apropriado para grandes conversas. O problema, é que hoje em dia nenhum dos locais parece ser apropriado para desenvolver algo mais do que as banalidades do costume... Assim, não admira que a maior parte das pessoas esteja a meio caminho da «imbecilidade»

Então, se queremos continuar sempre saudáveis e jovens, não podemos ter medo de ser diferentes. O que pode implicar uma certa solidão. Porque quando pensamos e agimos de forma diferente dos demais corremos o risco de ser rotulados de "anormais". De "esquisitos". De "bichos do mato". Eu cansei-me de ouvir expressões tipo: "Não achas que se toda a gente pensa diferente de ti é porque estás errado ?", e de me acusarem de querer ter sempre razão, só por não pensar como eles e ter opiniões próprias.

Mas sempre chega uma hora em que nos perguntamos, se é mais inteligente agir de forma inteligente, ou agir como os demais ?

Eu como não tenho vocação nenhuma para "Lobo solitário", escolhi tentar entender em lugar de criticar.

A minha melhor «vingança» contra as pessoas detestáveis é que elas vão ficar velhas e acabadas, muito antes de mim. Entretanto sou super feliz na minha vidinha de casado e dormindo todas as noites cedo nos braços do meu amor.

Continuamos esta conversa super agradável na próxima semana, ou, quem sabe, ainda antes. Se queres ser avisado sempre que esta página for actualizada, deixa aqui o teu mail.  Deixem tb as vossas opiniões e sugestões. Certamente que teremos muito o que aprender uns com os outros. E não existe nada mais libertador e saudável do que dialogar. Dizer aquilo que pensamos e sentimos sem ter medo de ser julgados ou mal interpretados. De nos abrirmos para nós mesmos, para os outros e para o mundo. E o resultado desta atitude só pode ser uma vida mais longa, com mais saúde, mais beleza, mais juventude... E não é isto que todos nós queremos ?
Fiquem bem. Beijos

seguir para 
Eles não envelheceram
Pára de mentir a ti próprio... 

Comentar